Direitos de venda

A cada título podem ser adicionadas diferentes informações relacionadas aos direitos de venda em um dado país.
Aqui podem ser indicados os países que possuem direitos de venda exclusiva e não-exclusiva, bem como aqueles que não possuem direitos de venda. O campo de informação é adicionado através de um clique no sinal de “mais”. Você pode então, manualmente, inserir o nome do país e adicionar os dados relativos a este. Digite o nome do país e escolha a alternativa adequada dentre as opções que aparecerão. Para remover um país basta clicar no “X” ao lado do nome deste.

Há, também, outras três formas de inserir mais informações.
Em primeiro lugar, o link “país da zona do euro” e em segundo lugar as caixas de verificação “ROW” (resto do mundo) e “Mundo” (World).
Através deste link podem ser direta e manualmente inseridos os países da zona do euro com o menu de múltipla escolha, onde podem ser adicionadas informações sobre estes de forma rápida e fácil.
Já com o ROW e MUNDO os países são selecionados não de forma individuail, mas sim através de regiões inteiras.
MUNDO deve ser selecionado, como o próprio nome sugere, para absolutamente todos os países. ROW funciona para todos aqueles países que não são atingidos pelas especificações fornecidas. Por exemplo: você escolheu Argentina e Brasil como países com direito de venda exclusivo e selecionou ROW no campo “países sem direitos de venda”. Desta forma, nenhum outro país do mundo, que não seja Argentina e Brasil, fará jus aos direitos de venda do título.

Atenção:

  • Para cada um dos três campos de informações sobre direitos de venda, insira apenas países de forma individual ou ROW ou Mundo.
  • Não indique o mesmo país mais de uma vez ao fornecer informações sobre direitos de venda de um título.
  • É obrigatória a informação de direitos de venda de um país ao menos uma vez caso você tenha indicado ROW em um dos três campos de informações.
  • Caso você tenha inserido WORLD em um dos campos, é desnecessária uma indicação posterior pois a informação sobre direitos de venda já restará clara para todos os países do mundo.